História


CONHEÇA TODA A HISTÓRIA DO MINISTÉRIO DO GUARÁ

RIOS DE LAGRIMAS…

Os projetos de Deus são inalcançáveis pela mente humana, há não ser que Deus os revele, e foi assim que aconteceu com a Assembléia de Deus Campo do Guará, nunca se imaginou que afazeres começados com tantas lutas, dificuldades, perseguições, chegaria a ser esse extraordinário projeto que tem sido hoje e que continua a crescer com todo vigor no país e exterior, porém, para que o campo do Guará fosse o que é hoje, homens santos, humildes e devotos fieis a causa do mestre Jesus, tiveram que derramar rios de lágrimas aos pés do nosso Senhor em nome do crescimento deste tão grandioso trabalho, por isso convidamos você para poder conhecer um pouco dessa história de desafios e grandes benção, e saber como tudo começou…

COMO TUDO COMEÇOU…

Vamos voltar algumas décadas atrás e visitar um pacato lugarejo, chamado Morro da Mesa, lugar de simplicidade impar que foi palco do nascimento de um grande homem de Deus, conhecido hoje como o apóstolo do Centro Oeste Brasileiro. Morro da Mesa esta localizada a 72 km da Cidade de Araguari no Estado de Minas Gerais. Foi nesse lugarejo que no dia 22 de Agosto de 1921, nasceu Antônio Inácio de Freitas, filho de José Inácio de Freitas com Clarinda de Jesus. Um casal de linhagem humilde, família esta dedicada a agricultura e a criação de animais domésticos. Com o passar dos tempos Deus agraciou o jovem casal com cinco herdeiros, a saber, Antônio Inácio de Freitas, Maria Inácio de Freitas, Manoel Inácio de Freitas, Antonieta Inácio de Freitas e Luiza Inácio de Freitas.
No ano de 1930, agora morando em Engenheiro Bitu, na fronteira com o Goiás essa humilde família tem um encontro verdadeiro com Jesus, pois foi neste lugar que seu José Inácio conduziu toda a sua família a aceitar Jesus como Salvador de suas vidas na igreja presbiteriana (única igreja evangélica existente no lugar na época). Vale lembrar que neste acontecimento pastor Antônio Inácio de Freitas tinha apenas nove anos de idade.

A VIAGEM PARA GOIÁS

No Ano de 1934, essa abençoada família mudou-se para a Cidade de Anápolis, e foi nesta ocasião que tiveram a sua Primeira experiência pentecostal, através da Irmã Matildes Palsen, missionária de origem americana. No ano de 1939 eles aderiram com alegria ao novo movimento conhecido como Assembléia de Deus (movimento que estava causando grande impacto no Brasil inteiro). Não demorou muito o obreiro José Inácio, pai de Antônio Inácio de Freitas revelou o dom de Deus que trazia consigo, e logo foi empossado como dirigente da Assembléia de Deus em Anápolis pelo Pastor Nícolas Versales, que mais tarde apresentou Antônio Inácio de Freitas para ser auxiliar de seu José Freitas, a parceria deu tão certo que o trabalho desempenhado por esta família teve um avanço tamanho que após sua transferência da Cidade de Anápolis foram impactados pelo poder de Deus e experimentaram um profícuo crescimento.

DIRIGINDO O PASTOREIRO TRABALHO – ALEGRIA INEXPLICÁVEL

Em uma reunião em Goiânia presidida pelo pastor Domingues Ludovico foi decidido que o jovem Antônio Inácio de Freitas assumiria a direção da igreja em Anápolis, em substituição de seu pai, começando assim, sua trajetória de um dos grandes líderes desse país tão abençoado.

CASAMENTO DO PASTOR ANTÔNIO INÁCIO DE FREITAS

Pastor Antônio Inácio de Freitas orava a Deus por uma companheira que tivesse o mesmo sentimento que ele em relação à obra de Deus, não demorou muito, Deus lhe respondeu, indo ele para um culto na Cidade de Ipameri no Estado de Goiás, conheceu uma linda serva de Deus; Ana Maria, que mais tarde se tornaria sua esposa, isso no dia 30 de janeiro do 1943, cerimônia esta realizada pelo pastor Manoel Epaminondas Sobrinho que pastoreava na Cidade de Pires do Rio no Estado de Goiás.  

INICIAM-SE DIVERSAS TRANSFERÊNCIAS

Desempenhando um grande trabalho em Anápolis/GO, com sede própria e diversas congregações, veio à ordem de transferência por parte da liderança superior, onde eles anunciavam que o Pastor Antônio Inácio estava sendo transferindo para a Cidade de Samambaia no Estado de Goiás. A viagem para o novo campo não foi fácil, foram três dias na carroceria de um caminhão, mas para o pastor Antônio Inácio o que importava era obedecer a Deus primeiramente e depois a sua liderança independente das dificuldades.

ORDENAÇÃO AO PASTORADO

Pastoreando Samambaia no Estado de Goiás com toda alegria, o obreiro Antônio Inácio de Freitas foi convidado para uma Escola Bíblica no bairro de Madureira no Estado do Rio de Janeiro onde fica a sede da Igreja Assembléia de Deus do Ministério de Madureira, no dia 3 de Abril de 1946, cujo líder na época era o Pastor Leivas Macalão, nesta ocasião Pastor Jácomo que era pastor de Goiânia, indicou o obreiro Antônio Inácio de Freitas para consagração ao pastorado, o que ocorreu para honra e glória do Nosso Senhor, isso ficou marcado na historia do pastor Antônio Inácio e de Goiás, isso porque Pastor Antônio Inácio de Freitas foi o primeiro pastor consagrado ao Santo ministério procedente do Estado do Goiás.

SEGUNDA TRANSFERÊNCIA

Depois de cinco anos de lutas e vitórias na Cidade de Samambaia no Estado de Goiás no ano de 1949, mais uma vez veio à ordem de transferência, agora, o Pastor Antônio Inácio de Freitas estariam deixando Samambaia, e estaria assumindo o Campo de Goiânia em substituição do Pastor Jácomo Guides da Veiga.

BRASÍLIA UM ALVO DO CORAÇÃO MISSIONÁRIO DO PASTOR ANTÔNIO INÁCIO

No comando da igreja de Goiânia, mas com o coração voltado as almas carentes de Deus, Pastor Antônio Inácio organizou uma caravana de obreiros e vieram espiar as terras da futura Capital do Brasil que na época estava com uma grande afluência de pessoas do país inteiro.
Estiveram naquela caravana alguns homens que mais tardes seriam grandes lideres nesse país, como os saudosos pastores, Divino Gonçalves e Albino Boaventura, Etc… Com a equipe em solos brasilienses começou a procura por um lugar para dar inicio a obra nessa nova terra, houve muitas dificuldades, mas o Pastor Antônio Inácio orou com seus companheiros decretando simbolicamente o trabalho aberto em Brasília. Depois de tais esforços o desafio agora era alguém para poder assumir a liderança daquele grande projeto, o que foi difícil por que muitos temiam as lutas propostas a frente.
Três pastores vieram assumir o grande desafio, primeiro foi o Pastor Antônio Alves Carneiro, depois foi enviado o Pastor Jamil de Oliveira e por fim o Pastor Antônio Moreira. Pastor Antônio Inácio de Freitas diz; “os nossos enviados fizeram aquilo que puderam durante o tempo que estiveram aqui. Eu lhes dei todo o apoio possível” o trabalho cresceu em terras Brasilienses, mas não conseguia acompanhar o ritmo da nova capital do Brasil, o que vendo esse detalhe, Pastor Paulo Leivas Macalão (presidente nacional da época) viu a necessidade de se colocar a frente do trabalho em Brasília um obreiro mais experiente ministerialmente, o que logo convidou o Pastor Antônio Inácio para assumir a nova igreja em Brasília, acontecendo à terceira transferência do Pastor Antônio Inácio, deixando um Grande campo em Goiânia.

BRASILIA, UM NOVO E GRANDE DESAFIO

Depois das despedidas dos irmãos em Goiânia e de muitas lagrimas derramada, iniciou-se a viagem com destino a Brasília, isso no mês de fevereiro no ano de 1960, Pastor Antônio Inácio relata que não foi fácil a viagem, isso por que as estradas da época estavam em mau estado, assim sendo, uma viagem que levaria normalmente três a quatro horas levou um dia inteiro. O local para o desembarque já estava certo, um pequeno barraco na Cidade do Núcleo Bandeirante, atrás do templo na Terceira Avenida, e ali mesmo funcionava a igreja sede, iniciada pelos antecessores do Pastor Antônio Inácio. Depois de instalado iniciou-se os trabalhos na Capital Federal, novos trabalhos foram abertos em diversas cidades Satélites, tudo isto graças a Deus e a vários companheiros de ministério, inclusive o Pastor Antônio Gomes de Melo, que veio do Rio de Janeiro para ajudar o trabalho em Brasília.
Pastor Antônio Inácio sendo um homem de visão e um bom articulador ministerial, logo colocou Pastor Antônio Gomes de Melo para liderar o trabalho no Núcleo Bandeirante, o que lhe proporcionou a oportunidade de mudar para a W5 Sul no plano piloto, para um terreno que eles haviam recebido, ali foi construindo um barraco para o Pastor Antônio Inácio morar e logo se deu também o inicio da construção do primeiro templo naquele local.
Não demorou muito o templo da W5 Sul tornou-se a Sede Regional do ministério de Madureira em Brasília. Pastor Antônio Inácio permaneceu ali por cinco anos, anos esses de grandes conquistas e vitórias, mas Deus permite certas situações em nossas vidas que muitas vezes nós não entendemos, mais a nossa alegria está nas palavras de Jô, além do mais nenhum plano de Deus pode ser frustrado, como disse; (Jó 42.2) “Bem sei eu que tudo podes, e que nenhum dos teus propósitos pode ser impedido”.
Injuriaram contra a pessoa do Pastor Antônio Inácio, o que precipitou a sua saída da igreja da W5 Sul, pois o Pastor Paulo Leivas Macalão se deixou levar por tais inverdades e substituiu Pastor Antônio Inácio pelo Pastor Irineu Ramos de Carvalho para assumir o trabalho de imediato. “Mas os nossos inimigos podem vir contra nós por um caminho, mas por sete terão que fugir, diz a bíblia” (Dt. 28.7), e foi isso que aconteceu. Em uma reunião em Brasília com toda a liderança de Goiânia e Brasília, além de um representante do presidente Nacional de Madureira vieram para tratarem o assunto referente ao Pastor Antônio Inácio, como a mentira não prevalece, viu-se que o que falaram acerca do Pastor Inácio não passava de mentiras maldosas, mas Deus mais vez deu vitória para seu Servo, provando esta ao seu lado todos os dias.
Pastor Antônio Inácio deixou a W5 Sul e a convite de um missionário por nome de Virgil Frahs Smith (que na época estava indo para os Estados Unidos) foi morar em sua casa na Avenida L2 Sul. Depois de acomodado e tranqüilo, pois a casa era muito confortável, começou a ora para saber a vontade de Deus, não demorou muito veio à resposta de Deus, e o Pastor Inácio voltou a pastorear o Núcleo Bandeirante, onde havia saído cinco anos antes.

NASCE O CAMPO DO GUARÁ

Trabalhando firme no Núcleo Bandeirante, logo veio a necessidade de expandir novos trabalhos devido à erradicação como, por exemplo: Ceilândia Sul/Norte, Guariroba, etc… No meio dessa remessa de trabalhos novos, abriu-se o trabalho no Guará I, no ano 1968 na casa da Irmã Rute através do Pastor Abílio Rodrigues que morava na QI 3 na Cidade do Guará/DF. Não demorou muito o trabalho cresceu e foi alugado o salão do irmão Estacílio tornando-se uma congregação.
No principio os cultos foram feitos na casas de irmãos, mas logo Deus abençoou de tal forma que a igreja logo adquiriu o terreno para a construção do templo, no endereço da QE 11 Área Especial “F” – Guará I/DF, e nesse endereço foi construído um templo de madeira que foi inaugurado no dia 10 de maio de 1970, isso para a glória de Deus e pela força do trabalho de todos os obreiros da seara do Senhor e do Pastor Antônio Inácio. Com a força e a determinação de toda igreja, obreiros juntos ao seu pastor, o campo cresceu de forma extraordinária obrigando assim a liderança se organiza para a construção de um templo maior para poder abrigar os irmãos.

 PEDRA FUNDAMENTAL DO NOVO TEMPLO

 Deram-se início as construções do Novo templo, foram cerca de cinco anos de lutas, e desafios, mais no dia 20 de julho a 03 de agosto de 1975 foi inaugurado o novo templo para a glória de Deus, foram quatorze dias de festa, onde estiveram presentes pastores de Brasília e entorno do Goiás e ainda lideranças nacional.
Observando o grande trabalho no Guará I, Paulo Leivas Macalão solicitou que o Pastor Antônio Inácio deixasse a igreja do Guará I, e assumisse o pastoreado da Catedral, no dia 31 de maio de 1985. Com toda essa mudança Pastor Antônio Inácio convida o Pastor Abílio Rodrigues para assumir em seu lugar a igreja do Guará I. Depois de mais seis anos e ter desempenhado um grande trabalho na Catedral, trabalho esse que ficou para a história e Pastor Antônio Inácio retorna assumir a igreja do Guará I, no dia 02 de Setembro de 1991.

JUBILAÇÃO PASTOR ANTÔNIO INÁCIO

Com a certeza de ter cumprindo fielmente a sua carreira ministerial, Pastor Antônio Inácio de Freitas, agora com 75 anos da idade sente que é chegada a hora de passar o cajado e assim o faz através da sua jubilação, o ministério local reconhecendo o grande trabalho prestado pelo Pastor Antônio Inácio de Freitas o constitui por unanimidade; Vitalício Pastor de Honra do Campo Nacional do Guará e presidente do CADEG (Conselho das Assembléias de Deus do Guará).

PASTOR ABILIO RODRIGUES, NOVO PASTOR DO CAMPO DO GUARA 14 

No dia 13 de abril de 1997, foi o dia marcado pelo Senhor Jesus para a transferência do cajado, onde o Pastor Antônio Inácio o transfere para seu discípulo de anos, Pastor Abílio Rodrigues, como diz o livro O APÓSTOLO DO CENTRO OESTE BRASILEIRO; e impossível falar do Pastor Antônio Inácio e não falar do Pastor Abílio Rodrigues, um homem de um caráter fiel, vida íntegra tanto a Deus quanto a seu líder (Pastor Inácio), Pastor Abílio acompanhou por quase toda vida o Pastor Antônio Inácio, inclusive morando com o mesmo alguns anos e estando presente em diversos trabalhos, foi responsável ainda pela fundação do SIM (Sistema Integrado de Missões), CADEG, IBAESE, PROJETO ITALIA.
Como Deus tem seu propósito, temos que apenas aceitar, durante um ano e sete meses o Pastor Abílio desempenhou um grande trabalho na igreja do Guará I, trabalho esse que ainda desfrutamos até hoje e que lhe será retribuído na eternidade, onde hoje o Pastor Abílio descansa no ceio do Senhor. Depois de 45 anos de ministério e de uma lista enorme de trabalhos prestado ao Senhor, no dia 21 de novembro de 1998, o Senhor chamou para si o Pastor Abílio Rodrigues da Silva, deixando saudades e lembranças de um digno servo de Deus.

PASTOR ADALINO INACIO SOBRINHO, ATUAL PRESIDENTE NACIONAL DO CAMPO DO GUARA


Após o falecimento do Pastor Abílio, Pastor Adalino Inácio Sobrinho assumiu a liderança da igreja do Guará I, isso dia 22 de novembro de 1998, nesses anos a frente do ministério, Pastor Adalino Inácio tem realizado um amplo trabalho e experimentado um enorme crescimento, diz Pastor Adalino; “temos trabalhado com vigor e alegria, e temos visto a Mão de Deus neste lugar, nossos cultos tem sido uma bênção, pelo poder de Deus”, e com isso Jesus tem salvado, curado, batizado com o Espírito Santo e o melhor, levantado valorosos obreiros dispostos e de prontidão a causa do mestre Jesus.
Hoje estamos em todo o território nacional brasileiro e algumas cidades no exterior, além dos nossos missionários que se deslocam para os continentes Africanos e outros lugares remotos do planeta.
PIONEIROS

Pastor Antônio Inácio
Pastor Antônio Inácio de Freitas
Pastor Abílio Rodrigues da Silva
Pastor Abílio Rodrigues da Silva

Pastor Adalino Inácio
Pastor Adalino Inácio Sobrinho

Comentários

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Página inicial